Back? Maybe not

Eu não estou de volta. Eu não estou de volta. Eu não estou de volta. Eu não estou de volta.

Há uma razão lógica para eu não ter voltado a publicar nada. Fazê-lo deixou de ter sentido, porque eu deixei de sentir que pertencia a este mundo. Eu não pensava em dietas loucas. Eu não sonhava em perder quase 10kg num mês. Eu não pensava em não comer ou em vomitar o que comesse. Pura e simplesmente eu deixei de existir aqui, o meu eu virtual foi-se apagando e eu não me importei com isso.

É claro que eu penso em dietas. É claro que eu penso em pesar um valor abaixo do dito normal. É claro que eu me quero sentir bem com o meu corpo e andar na rua sem preconceitos... E eu sei que sou capaz! Desde que a faculdade começou que já perdi 5kg e nunca tive que passar fome. Aliás, passo a minha vida a comer: pequeno-almoço, almoço, lanche (às vezes dois snacks), jantar e se for preciso ceia. Não faço imenso exercício, até porque não tenho tempo (nunca saio antes das 19h), normalmente são 2km por dia. Mas...

Mas a professora de SA mandou-nos fazer um trabalho sobre transtornos alimentares e a mim calhou-me as causas da Anorexia Nervosa e não sei porquê tudo isto mexeu comigo. Passei três semanas a ser bombardeada com factos históricos, sociais, culturais e tudo mais o que pode haver sobre TAs e a primeira sensação que eu tive foi a de saudade. Tudo aquilo que foi descrito, todas as musicas que acompanhavam os vídeos que passaram são pedaços da minha história. Bocadinhos que, vergonhosamente, eu queria ter de volta.

Quero fazer LFs e NFs como antigamente. Quero sentir que tenho controlo sobre algo de novo. Quero contar calorias. Quero ficar feliz porque os números baixam como mais facilidade. Até os maus momentos eu quero de volta. A angustia, a frustração, a raiva, a vergonha, o choro.... Tudo isto de alguma maneira me faz falta. É como se tudo se tivesse ido embora sem se despedir e deixou para trás apenas o vazio...

Eu sei que é uma estupidez o que estou a dizer. Pareço aquelas garotas idiotas que dizem que querem ser Anas e Mias e nem sabem em que inferno se vêm enfiar. Mas eu não posso evitar. É um facto. Na ultima aula a professora falou de Bulimia e eu cheguei a casa com vontade de vomitar, vejam se é possível. Aliás, eu estive a aula toda com ânsia de ir provocar o vómito -.-

Chega. Eu nem sei se tenho o direito de estar aqui. Não sei se tenho o direito de comentar os vossos blogs ou de esperar que alguém me leia. Eu já não sei de nada. Não sei se vou voltar, um lado de mim grita SIM! o outro percebe a imensidão desta estupidez.

Se eu não voltar, não significa que me vou esquecer.
LOVE <3


Desculpe-me quem não estiver nos links

8 amores-perfeitos *-*:

Bonequinha de Trapos disse...

Quando vi que postas-te fiquei triste. Triste porque com a tua ausência pensei "cura". Por instantes senti-me sozinha porque tu e a Scar tinham ido embora e eu, parva, continuava aqui agarrada a isto. Depois, à medida que ia lendo o teu texto senti um mix entre "por favor não voltes" e "tou tão feliz que estejas aqui, bora fazer um bet on me bet on u". PD...tenho saudades tuas mas sei perfeitamente, racionalmente, que é mau teres voltado.
Deculpa a falha com os emails...mas o maior assunto que nos liga estava em "stand by" e não queria por maneira alguma ser eu a trazer.te de volta para aqui.
Emagrecest 5kg desde setembro/outubro? Boa linda! Grande curso esse o teu...se faz as pessoas emagrecerem é o proximo curso que vou tirar. :)
Beijinho**

Maria disse...

Guardei o link durante meses e quase todas as semanas vim ver se havia novidades...

Nãos sei se é bom sinal estares de volta mas se for bom para ti óptimo!

Kiss

*Dora* disse...

Lolly, vc pode sumir por meses a fio, nunca vou perder o carinho e a consideração por ti, pois sei que a recíproca é verdadeira.
Confesso ter gostado mais da primeira parte do post, quando vc disse ter se afastado dos transtornos alimentares e mesmo assim estava conseguindo emagrecer. É certo que, quando nos afastamos e de repente temos um certo contato, queremos sentir tudo aquilo de novo, é como se um ex-viciado em crack de repente tivesse a chance de fumar um pouco.. claro que ele vai querer fumar mais e voltar praquela vida.
Eu, que sou alguém que se importa com vc, não vou dizer: volte a passar fome, volte a vomitar, volte a sofrer!
Mas se de repente vc encontrar algum tipo de felicidade/satisfação/alívio na anna e na mia, só vc pode saber o que é melhor pra vc.
No mais, espero que continue aparecendo sempre!


beijo grande!! :*

Anónimo disse...

entendo inteiramente o teu post... por esses motivos apaguei e renovei o meu blog 2 vezes...
é tudo tão verdade o que escreveste...

balloon =) *

Pucca disse...

Florzinha, sei examente o que voce tá sentindo. Comigo tambem é assim =/ Praticamente abandonei o blog, mas sempre que possivel faço uma postagem que nao é sobre mim só para está nesse mundinho. Acho que nao vou conseguir a real cura sem me abastar totalmente dos blogs, mas nao consigo. É impossivel! (pelo menos esse momento)
Forças minha queridinha!
Beijocas.

Anónimo disse...

Leva tempo pra se libertar dessas coisas, e não é nada fácil. Toda mudança dói porque é um processo longo, demorado, difícil. Dói porque você sai de algo que era familiar e controlável para algo completamente diferente e encara um caminho que não conhece, às vezes tem medo de fracassar. Dá vontade de voltar ao que você já conhecia, mesmo sendo sofrido, não é? Mas saber mudar é o que nos permite olhar pra trás e dizer: eu consegui. A primeira luta você já venceu, e a cada dia que passa sem recaídas você vence mais uma vez.

Sopadeborboleta♥ disse...

Eu já sumi varias vezes ,sumi por que estava normal e voltei pq eu queria tudo isso de volta ...

bjos e força

Bonequinha de Trapos disse...

saudades de ti...

Enviar um comentário

SMILE ;D

 

Design in CSS by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine
Blogger Template created by Deluxe Templates