A letter to myself

Now my body's on the floor
And I am calling,
Well I'm calling out to you,
Can you hear me now??
(Hear Me Now - Framinh Hanley)

Inicialmente a culpa não foi minha, de todo. Uma alteração na produção das hormonas da tiróide fez-me inchar como um balão, literalmente. E o que pensa o gordo quando já é gordo? Pensa “que se lixe, se sou gordo, vou comer”. E é aqui que supostamente eu deveria começar a pedir desculpas. Mas não, as minhas desculpas têm que vir de trás, de momentos que eu não recordo mas que eu sei que existiram. E é aí que elas começam.

E como o azar atrai ainda mais azar, a gordura atrai mais gordura, mais má alimentação e maus hábitos eu também não fui excepção. Enquanto era pequenina eu sabia o que devia fazer. Por ter diabetes recusava toda e qualquer guloseima, mas isso mudou com o passar dos anos. Chocolates, batatas fritas, croissants, bolos, folhados, bolachas e tudo o que de pior existe começou a entrar, não tão lentamente como eu pudesse ter desejado, na minha vida. E mais uma vez peço desculpa.

Até que eu me apercebi que não era assim que eu queria ser. Eu era sempre a “gordinha” (eufemismo), aquela que todos olhavam por a única coisa que tinha de especial ser a cintura com o dobro do tamanho normal. Eu era sempre o alvo de comparações e piadas. Eu era sempre aquela de quem desviavam a comida mesmo que eu não estivesse a comer. Era sempre eu. Mas eu decidi mudar, decidi que queria ser como as meninas que via na TV, que via na rua, que via em casa. Decidi que queria gostar de mim, queria deixar de ter vergonha... Decidi deixar de comer. E novamente peço desculpa.

Talvez não tenha sido a decisão mais sensata, mas foi a única que deu resultados. No início sempre pensei que conseguiria emagrecer sem deixar de comer, chamava loucas às minhas colegas que não almoçavam, fiquei horrorizada quando descobri os “pró-blogs”. E, primeiramente, com algum esforço “emagreci”. Digo emagreci entre aspas porque ainda hoje acho que isso se deve ao facto de ter crescido. Mas o importante é que pela primeira vez, eu me sentia minimamente bem com o meu corpo. Contudo eu queria mais. Magreza, magreza, magreza. O que eu era não me chegava, precisava de uma cintura mais fina, pernas mais definidas e um rabo mais estilizado. E as desculpas sucedem-se, desta vez por não saber parar.

Até que decidi que a solução seria criar mais um blog no meio de tantos outros. E deu resultado. Com conselhos, apoio e novas amigas fui muito mais alem do que o que imaginei ser capaz. Fui dos 55 aos 48. Fui do comer pouco ao fazer NF. Fui do preferir não comer ao comer e vomitar. Fui, fui muito baixo. E imploro por desculpas. Por cada caloria a mais e por cada caloria a menos. Pelos dias de NF e pelos dias de compulsão. Pelos LF organizados e por me ajoelhar à frente de uma sanita. Por todos os dias me impor mais um bocadinho de auto-destruição e por mesmo sabendo isso, continuar firme e feliz ao ver cada sacrifício recompensado.

Peço desculpa pelas dietas loucas, pelas horas em que como correctamente. Pelos momentos em que preferi ficar no sofá a fazer exercícios. Pelas horas que passei dentro de um fato térmico ao sol por umas míseras gotas de suor. Pelas noites dormidas com uma faixa redutora. Por cada quilo perdido e por cada grama recuperada. Pelas estrias que aumentaram com o passar do tempo. Pelos litros de chá que me obrigo a ingerir. Pelo laxante que é o pão nosso de cada dia.

Por tudo isto, pelo que fiz, pelo que faço e pelo que vou fazer peço desculpa, não só ao meu corpo, mas a mim mesma.

_______________________

Desculpem tudo isso, mas entrei num desafio em que um dos critérios é postar no blog uma carta onde se pede desculpa ao nosso corpo. Aí está a minha e sinceramente, por esta semana não há mais nada a acrescentar.

Aos poucos estou a recuperar...
Love ya'

21 amores-perfeitos *-*:

MISS PRISS disse...

Oi amiga.... sei bem como é a vida. A desculpa inicial é sempre um probleminha sem importãncia. Mas o desejo de perder peso é sempre grande e a gente vai fazendo cada dia mais loucuras por esse desafio.. obtendo cada dia mais êxitos... mas eu acho que as desculpas não devem ser para o corpo e sim para a mente, ela é a que mais sofre.. muito ao contrário do que a maioria das pessoas acham: ela que faz-nos sofrer..
amo vc muitoooo

MISS PRISS disse...

Todas nós somos thinspo... somos admiráveis e invejáveis.. devido a nossa força de vontade e caráter projetado para um objetivo: perder o peso que nos incomoda... afinal de contas nem fui de vestido fui de saia, bota longa, blusa branca e casacão de urso.. mais ridículo impossível.. mas eu fui feliz da vida.. cheguei na casa de praia tirei tudo aquilo coloquei bikini e me fui correndo pro mar.. hehe

Mery disse...

XIIII

amei a carta...é suposto ser triste eu sei mas tá tão real, tão eu...tão tudo!!!

Srtª Vihh disse...

Oiiii, Kerida!
É uma carta tão triste, sei lá...Mas eu sei que vc conseguirá, viu?tu és forte e decidida!
bjO

Anne Darkness disse...

Tenho impressão de q seu corpo já te desculpou e não guarda rancores (:
Cuide bem dele... principalmente em relação a mia.

E obrigada mais uma vez pela preocupação...
Pode ficar descansada q eu vou me vijiar bem :}

Te adoro muuuito <3

Gardênia Azul disse...

As vezes, é preciso se perdoar e querer mudar para conseguir mudar realmente.

Cuide-se bem.

Beijos!

cristinaproana disse...

Oi amore, eu estou bem mas meu joelho continua o mesmo... quem sabe emagrecendo ele melhore no fator "dor". Eu estou tentando voltar, mas me falta forças. É como vc disse na sua carta: Já me sinto gorda, então que se lixe. É esse o que tem sido meu lema de vida ultimamente, vergonhoso !! Mas espero dar a volta por cima. Bom saber que vc´está melhor. Te adoro. Bjs

Anónimo disse...

Nao consegui achar o site que vc
cita. Mas essa foi a carta/depoimento mais sincero que eu ja li. Fiquei comovida com a sua honestidade.
é muito dificil essa vida....
já pesei 81, 59, 98, 88 e agora 97kg.
gostaria de chegar aos 59kg.
conte comigo
clauquelnia@bol.com.br
bjos
kel

Boneca de Trapos disse...

(Minha reacção a ler isto: leio sem pausas, sem piscar os olhos, algumas coisas não me revejo, outra demais...suspiro.... como é que ela consegue).
PD grande texto....fortes palavras....
...
sweet tou sem palavras...juro...sabes qnd queres dizer tudo mas n consegues dzr nada?
É td tao verdadeiro....sincero...
Ahr....que merda de sentimento é este q tou a sentir...
Eu adoro.te miuda, brilhante
desculpa dps qnd souber o q dzr eu mando uma msg ou volto aqui....
love.

menina_borboleta disse...

O problema é q no inicio nos achamos que conseguimos controlar tudo.. mas depois... as coisas saiem do nosso controlo... :S e por vezes é demasiado tarde para voltar atras!

bju

Catarine disse...

Amiga

eu sei o quanto é ruim á cada dia se autodestruir mas temos qe ter força para chegarmos na nossa e vermos o quanto somos fortes!


te desejo toda força

bjjuzz

Boneca de Trapos disse...

Sim Sim é verdade. Foi isso mesmo. Só m disse p ir bem vestida e q m ia buscar a x horas....dps só soube qnd lá cheguei....bilhetes embrulhados e tals.... foi brutalisssiiimo!!
love

desconhecida disse...

oie
só tem eu ms pra fazer essa carta :/ mas eu sou pessima em textos...me ajuda??
bjus e força sempre

Shiny disse...

Linda a carta. Acho que cabe a si mesma saber se perdoar (e eu espero que você se perdoe) por cada deslize, erro, e tentar seguir em frente.

Melhoras :**

Nine ♥ disse...

Ficou linda a carta...
e não se preocupa pq no fim d tudo isso vai tervalido a pena...
e como vc me disse o importante é não desistir.

bejinhus

Barbie ♥ disse...

“que se lixe, se sou gordo, vou comer”

eu penso assim tbm, sempre que engordo... e nós sabemos o quanto isso nos faz mal, porque fere os nossos sonhos...
mas a única pessoa a qual vc deve desculpas é a si mesma.
assim como todas nós devemos por fazer o que fazemos.

fica bem.

beeijo;*

Ritinha disse...

Tão profunda, tão sentida nota-se defenitivamente que estás a colocar o coração nesta carta.
Beijos

Candy disse...

olá sou nova por aqui :)

gostei da carta apesar de ser mt triste :(


um beijinho*

camila, camila disse...

poxa, gostei mesmo desse texto!
e por tudo q li, vejo q tem consciencia dos erros q tem cometido, e acho q pode ser forte o bastante pra nao mais repeti-los!
sabes tudo de ruim q ja lhe faz, agora pode tentar se alimentar de forma mais normal, comendo pouco e nao querendo emagrecer da noite pro dia, mas tendo paciencia pra esperar pelos resultados dos teus esforços.
e mais, nao sei qt medes, mas teu peso esta bem baixo pelo q percebo.
acho q tudo tem um limite, tem q saber a hora de parar...
torço pra q tenha serenidade e lucidez.
bjusss

R disse...

Epá... não sei ao certo o que dizer depois de ler isto. Está tão forte, tão... nem sei.
Compreendo que tenhas ido muito baixo, compreendo que tenhas perdido o controlo da situação. Mas se valer a pena no final, o que é que o resto nos importa?
Cuida-te :> *

Menina d'Luxo disse...

ele sabe que é o melhor para vc's duas ...

Força linda.
A cata ficou mto verdadeira.

Bjhos

Enviar um comentário

SMILE ;D

 

Design in CSS by TemplateWorld and sponsored by SmashingMagazine
Blogger Template created by Deluxe Templates